Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Líder do Hezbollah defende a al-Assad

Líder do Hezbollah defende a al-Assad
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O líder do movimento libanês Hezbollah afirmou, este domingo, que os líderes políticos internacionais começam a aceitar que o governo sírio do presidente Bashar al-Assad sobreviveu. Hassan Nasrallah falava durante as celebrações dos 11 anos passados sobre o fim da guerra contra Israel:

“O mundo já percebeu que o regime sírio está cá para ficar, o exército sírio, o Estado sírio e as suas instituições estão cá para ficar. Eles estão a dizer à oposição, em reuniões à porta fechada, que é preciso aceitar que o presidente, Bashar Assad, não vai a lado nenhum”, afirmou Hassan Nasrallah, líder do Hezbollah.

No mês passado, o presidente dos Estados Unidos, disse que o Hezbollah é uma “ameaça” para o povo libanês e toda a região. Nasrallah responde que a administração Trump não tem como prejudicá-lo.