Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Ataque informático contra diplomacia italiana visou também Representante na UE

Ataque informático contra diplomacia italiana visou também Representante na UE
Tamanho do texto Aa Aa

A diplomacia italiana foi alvo de um ataque informático e as suspeitas recaem sobre a Rússia.

A informação é conhecida há alguns meses mas o jornal italiano “La Repubblica” revela agora que além do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Itália, o ataque informático visou também a Representação Italiana junto da União Europeia.

Segundo a mesma fonte, os ataques decorreram entre 2013 e 2016 e foram mais intensos quando se discutia questões relacionadas com o Irão, a Ucrânia e as sanções contra Moscovo.

A tarefa dos piratas foi facilitada pelo facto de o sistema informático da diplomacia italiana ter quinze anos e de já não ser atualizado há dois anos.

Há suspeitas de que a Rússia leva a cabo uma série de ciberataques contra a Nato e contra vários países europeus para enfraquecer os respetivos governos.

A procuradoria de Roma está a investigar o caso.

Nos Estados Unidos, os serviços secretos acusaram a Rússia de interferir nas eleições a favor de Donald Trump.