Última hora

Correção para risco de explosão no A350-900

Correção para risco de explosão no A350-900
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Risco de explosão no Airbus A350-900 tem que ser corrigido pelas companhias aéreas que o possuem. As autoridades europeias de segurança da aviação emitiram uma diretiva de emergência para os operadores do avião de longa distância para carregarem uma correção de software com o objetivo de evitar o potencial sobreaquecimento do sistema hidráulico e o risco de explosão.

Na diretiva, a Agência Europeia para a Segurança da Aviação declarou ter sido encontrado um modo de falha de sobreaquecimento da bomba hidráulica de motor que poderia fazer com que a temperatura do fluido hidráulico aumentasse rapidamente.

A Airbus entregou mais de 100 aeronaves destas a companhias aéreas onde se incluem a Lufthansa a Singapore Airlines a Cathay Pacific e a Qatar Airways.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.