Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Guterres defende ONU em visita a Israel

Guterres defende ONU em visita a Israel
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Na primeira visita a Israel como secretário-geral da ONU, António Guterres defendeu a Organização das Nações Unidas das acusações de Telavive, nomeadamente contra a UNESCO e o Conselho dos Direitos do Homem, por tomadas de posição a favor dos palestinianos.

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, afirmou que “não há dúvidas que tem havido uma relação complicada com a ONU. Penso que tem uma obsessão absurda com Israel, com táticas flagrante mente discriminatórias. Não é preciso ser primeiro-ministro de Israel para perceber isso”.

Guterres respondeu que “Estados-membros são Estados soberanos, que definem as suas posições com base nos seus interesses, valores e convicções. Como secretário-geral da ONU ac redito que é o meu dever ser, simultaneamente, um mediador honesto e um mensageiro para a paz”.

Guterres defendeu o “sonho” de ver um dia um Estado palestiniano viver em paz com o Estado hebraico. Uma solução que parece particularmente comprometida, com Donald Trump na Casa Branca.