EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Justiça espanhola suspende "lei de transição" catalã

Justiça espanhola suspende "lei de transição" catalã
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Ministério Público catalão ordenou a todas as forças policiais desta região para impedir a realização do referendo.

PUBLICIDADE

O Tribunal Constitucional espanhol suspendeu a lei regional que abre o caminho à determinação da Catalunha como um Estado soberano.

A chamada “lei de transição” foi aprovada recentemente pelo parlamento catalão, assim como o preceito que prevê a realização do referendo sobre a independência no dia 1 de outubro. Foi o governo espanhol que apresentou o pedido de inconstitucionalidade de ambas as disposições.

Carles Puigdemont, o presidente do governo catalão, e os deputados separatistas enfrentam a possibilidade de ser acusados de desobediência, prevaricação e desvio de fundos públicos.

A maior parte dos quase mil autarcas da região da Catalunha declara que vai autorizar a utilização de espaços públicos para o voto. Ada Colau, a presidente da Câmara de Barcelona, pretende garantias formais que protejam os funcionários públicos envolvidos na realização do escrutínio.

O Ministério Público catalão ordenou a todas as forças policiais desta região para impedir a realização do referendo, desde a Guarda Civil, à Polícia Nacional e aos chamados Mossos d’Esquadra, que dependem diretamente do governo catalão e se veem assim no meio de um fogo cruzado. As autoridades são impelidas a apreender “urnas, boletins, material de campanha eleitoral”, entre outros.

Centenas de milhares de pessoas percorreram, esta segunda-feira, as ruas de Barcelona para exigir a independência e salientar que vão mesmo participar num referendo que o governo espanhol interdita.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Paris impõe estado de emergência na Nova Caledónia. Habitantes temem pela escassez de alimentos

Irlanda vai levar a referendo os conceitos de "família" e de "dona de casa"

Suíços votaram a favor do 13.º mês para pensionistas e contra aumento da idade da reforma