Presidente ucraniano pede às Nações Unidas missão de paz para Donbass e Crimeia

Presidente ucraniano pede às Nações Unidas missão de paz para Donbass e Crimeia
De  Antonio Oliveira E Silva
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Petro Poroshenko disse que essa seria a única forma de chegar a uma solução política no conflito regional.

PUBLICIDADE

Petro Poroshenko, o presidente da Ucrânia, pediu, durante o seu discurso na 72ª Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque, à criação de uma missão de paz nas regiões de Donbass e da Crimeia.

Durante o discurso, Poroshenko criticou as propostas de paz russas para a região, que disse mais não serem uma forma criada por Moscovo para perpetuar o conflito e permanecer como potência ocupante.

“As híbridas propostas de paz são mais um exemplo das reais ambições russas. Ledgalizar as suas posições no território e manter o conflito num impasse para sempre”, disse o presidente ucraniano.

“Estamos convencidos de que uma missão de paz das Nações Unidas é a única solução viável para apaziguar o conflito, para proteger os ucranianos e para uma solução política,” continuou.

Para Poroshenko, os membros das missões de paz deveriam estar presentes na totalidade do território definido pela Comunidade Internacional como ocupado pela Rússia.

Encontra-se presente no leste da Ucrânia, uma missão de obervação da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa, a OSCE. Os observadores queixaram-se, de terem sido objeto, em diversas ocasiões, de violência e ameaças, ainda que tenha sido implementada uma trégua com os independentistas próximos da Rússia, no mês de junho.

Com AFP

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rússia interceta navios ucranianos

UE medeia acordo sobre gás entre Rússia e Ucrânia

Nova troca de prisioneiros entre Kiev e separatistas pró-russos