Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Trump assina novo veto imigratório

Trump assina novo veto imigratório
Tamanho do texto Aa Aa

O presidente norte-americano Donald Trump assinou no domingo um novo decreto que restringe a entrada de cidadãos de oito países nos Estados Unidos.

As restrições desde a proibição total até limitações mais direcionadas e vão afetar os cidadãos do Chade, Irão, Líbia, Coreia do Norte, Somália, Síria, Venezuela e Iemen, a partir de 18 de outubro.

Em consequência do decreto, os vistos válidos não serão renovados.

Desta nova “lista negra” da imigração não faz parte o Sudão e foram adicionadas a Venezuela, o Chade e a Coreia do Norte.

Quanto à Venezuela, a proibição de entrada nos EUA será aplicada a uma lista de dirigentes governamentais e seus familiares, mas afetará todos os cidadãos do Chade e da Coreia do Norte.

“A minha prioridade é fazer a América um país seguro”, escreveu no Twitter Donald Trump.


O veto decretado pelo presidente norte-americano em março e posteriormente impedido por tribunais, antes de ser autorizado com algumas limitações pelo Supremo Tribunal, expirou no domingo.