Última hora

"A fábrica de nada" chega aos ecrãs portugueses

"A fábrica de nada" chega aos ecrãs portugueses
Tamanho do texto Aa Aa

Um grupo de operários descobre, uma noite, que a administração da fábrica onde trabalham está a preparar uma deslocalização e a retirar equipamento. Decidem proteger as máquinas e são castigados – obrigados a permanecer nos postos, mas sem nada para fazer.

“A fábrica de nada” é uma crítica aos tempos que correm – um filme com a assinatura de Pedro Pinho, que assina aqui a segunda longa-metragem de ficção, depois de “um fim do mundo”. “A fábrica de nada” está agora nos ecrãs de Portugal, depois de ter passado por um punhado de festivais, incluindo a Semana dos Realizadores de Cannes, Toronto ou Munique, onde foi premiado. O filme vai também ter estreia comercial em França, onde chega em dezembro.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.