Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Embaixada americana na Turquia suspende serviço de vistos

Embaixada americana na Turquia suspende serviço de vistos
Tamanho do texto Aa Aa

A embaixada dos Estados Unidos em Ancara anunciou a suspensão de vistos a cidadãos turcos, em resposta à detenção na semana passada de um dos funcionários da representação diplomática americana em Istambul.

A decisão foi anunciada com este comunicado: “Os recentes acontecimentos forçaram o Governo dos Estados Unidos a reavaliar o compromisso do Governo da Turquia com a segurança das instalações e do pessoal da Missão dos EUA. A fim de minimizar o número de visitantes da nossa Embaixada e Consulados enquanto esta avaliação prossegue, efetivamente, suspendemos todos os serviços de vistos de não imigrantes em todas as instalações diplomáticas dos EUA na Turquia. “

O funcionário está acusado de espionagem e conspiração para derrubar o governo, com ligações à rede do clérigo Fethullah Gülen, exilado nos Estados Unidos, designado por Ancara como o cérebro da tentativa de golpe de estado na Turquia, em julho de 2016.

Ibrahim Kalin, porta-voz do presidente turco, explicou a detenção do funcionário pelo registo de chamadas telefónicas que sugerem uma intensa comunicação entre este e os responsáveis pela tentativa de golpe, nomedamente Adil Öksüz, considerado com um dos cabecilhas da intentona.

A embaixada americana estima que estas alegação são “sem fundamento”.

A recusa de Washington em extraditar Gullen tem feito crescer a tensão entre os dois países. A Turquia tem acusado sistematicamente os Estados Unidos de envolvimento na tentativa de golpe de estado.