Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Jean-Claude Juncker à RTP: "Catalães não estão a ser oprimidos pela Espanha"

Jean-Claude Juncker à RTP: "Catalães não estão a ser oprimidos pela Espanha"
Tamanho do texto Aa Aa

O presidente da Comissão Europeia reiterou, em entrevista à RTP, a posição europeia de respeitar a soberania de Espanha, sublinhando que os catalães não estão a ser oprimidos pelo Governo liderado por Mariano Rajoy.

“Na Catalunha, não estamos a lidar com um problema de direitos humanos porque os cidadãos catalães — que eu adoro e cuja cultura e forma de ser eu respeito muito — não estão a ser oprimidos pela Espanha”, afirmou Jean-Claude Juncker perante o jornalista português Paulo Dentinho.

O presidente da Comissão Europeia considera errado estabelecer comparações com “a Eslovénia e outzros países da ex-Jugoslávia”. “A Europa não tem um papel a desempenhar no conflito evidente entre Barcelona e Madrid. Cabe aos espanhóis resolverem esse problema. Não gostaria que amanhã ou depois de amanhã, a União Europeia se compusesse de 95 países diferentes. Perderíamos o controlo”, defende.

Confrontado com a posição assumida em relação à pretensão de independência dos escoceses, na sequência do “brexit”, Juncker admitiu que os catalães “têm o direito de ser ouvidos mas não têm necessariamente o direito de serem seguidos”. “[O referendo] não teve uma participação que nos permita dizer que a vontade total do povo catalão seria como o governo catalão pretende”, afirmou.