Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

União Europeia não vai fechar a porta aos migrantes

União Europeia não vai fechar a porta aos migrantes
Tamanho do texto Aa Aa

A Comissão Europeia prevê menos problemas este ano nos campos de refugiados situados nas ilhas gregas.

Esta a mensagem do Comissário Europeu para a Migração que afirma que já disponibilizou apoio financeiro e político às autoridades locais para lidarem com este problema.

“Penso que efetuámos progressos. Sim, atribuí uma grande quantidade de fundos juntamente com o apoio político necessário. Estamos ainda a trabalhar com as ONGs e outras partes interessadas. Acho que chegou a altura de provar que podemos cumprir”, disse Dimitris Avramopoulos no Parlamento Europeu em Estrasburgo onde foi prestar contas aos eurodeputados.

Apesar das críticas e problemas que afetam a situação dos migrantes, Dimitris Avramopoulos deixou claro que o objetivo não é fechar a porta aos refugiados.

“Chegou a altura de provar que a União Europeia não é uma fortaleza ou um espaço fechado. É por isso que encorajamos o reassentamento. Ao mesmo tempo adotámos uma política de vias legais para aqueles que querem vir para a Europa”, adiantou o comissário.

O otimismo do comissário europeu contrasta com a situação no terreno. Só nos primeiros dez dias de novembro chegaram à ilha grega de Lesbos mais de 1,150 pessoas.