Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Goldman Sachs entre Paris e Frankfurt

Goldman Sachs entre Paris e Frankfurt
Tamanho do texto Aa Aa

Em entrevista ao jornal francês “Le Figaro”, o presidente executivo da Goldman Sachs, Lloyd Blankfein, afirmou que a instituição bancária passará provavelmente a ter dois pólos, um em Frankfurt e outro em Paris, depois de Brexit. A sua localização será definida pela equipa europeia do banco.

O responsável visitou as cidades alemã e francesa, nas últimas semanas, enquanto o banco norte-americano avança com os seus planos para lidar com a saída da Grã-Bretanha da União Europeia.

A Grã-Bretanha é, atualmente, casa da maioria das operações europeias da Goldman Sachs, onde tem cerca de 6.000 funcionários.

França intensificou os seus esforços para atrair bancos de Londres, no pós-Brexit, e graças à flexibilização das leis laborais que têm vindo a ser produzidas por Emmanuel Macron.