Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Alemanha: Schäuble apela a compromisso político

Alemanha: Schäuble apela a compromisso político
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Depois dos verdes e dos liberais, o Presidente alemão recebe, esta quarta-feira, o líder dos conservadores da Baviera, a CSU. É mais uma tentativa para acabar com o impasse político e evitar novas eleições na Alemanha.

O presidente do Parlamento, Wolfgang Schäuble, apela ao bom senso dos dirigentes dos principais partidos políticos para chegar a um compromisso. “É preciso entender o difícil equilíbrio dos que têm uma responsabilidade política de se afastarem, parcialmente, do programa do seu partido a fim de obterem compromissos. E isto não diminui ou revela uma fraqueza de perfil“afirma.

Angela Merkel já fez saber que prefere voltar às urnas a liderar um governo minoritário, mas as sondagens revelam a maioria absoluta voltaria a escapar à União Democrata-Cristã caso fossem convocadas novas eleições.

A CDU venceu as legislativas a 24 de setembro, mas não conseguiu chegar a acordo com o anterior parceiro de governo, o Partido Social-Democrata. Também, as expectativas em torno daquela que ficou conhecida como “coligação da Jamaica” composta pela CDU, União Democrata Cristã; o FDP, Partido Democrático Livre e aos Verdes acabaram por cair por terra este domingo. A imprensa alemã faz eco do fracasso das negociações e das eventuais consequências para a chanceler alemã.

A pressão para que os principais partidos cheguem a um acordo para governar aumenta de dia para dia, numa altura em que se teme a ascensão da extrema-direita no país.