A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Centenas de médicos manifestam-se na Grécia

Centenas de médicos manifestam-se na Grécia
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de médicos e funcionários de hospitais nacionais gregos exigem contratos de trabalho estaveis e permanentes, ao invés de contratos de tempo incerto ou contratos a “part-time”.
As manifestações surgem depois do governo grego ter chumbado o acordo que tranformava os contratos temporários em contratos permanentes.

Ilias Sioras, representante dos funcionários dos hospitias, diz que a situação no setor da saúde, tal como ela está, “só nos faz regredir décadas”.

Além dos funcionários do setor da saúde, vários pensionistas aproveitaram a manifestação para reeinvindicar os cortes que o governo grego tem feito.

Os manifestantes esperam agora uma reunião com o ministro da saúde ou com o ministro adjunto, para que sejam discutidos os problemas em questão.