EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

De Telavive a Jerusalém: Reações à decisão de Trump

De Telavive a Jerusalém: Reações à decisão de Trump
Direitos de autor 
De  Nara Madeira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Em Jerusalém Oriental os residentes reagem, pouco satisfeitos, à passagem da embaixada dos EUA de Telavive para Jerusalém.

PUBLICIDADE

Os habitantes de Jerusalém Oriental reagem às notícias sobre a mudança da embaixada dos EUA de Telavive para Jerusalém, ou seja, ao reconhecimento, por parte de Donald Trump de que esta cidade é a capital de Israel, situação não reconhecida pela maior parte da comunidade internacional.

"Os palestinianos e a maior parte do povo de Jerusalém recusa-se a reconhecer a decisão do presidente americano de que esta cidade é a capital de Israel. Ele não tem esse direito, é totalmente inaceitável", adianta um residente.

Uma decisão que terá consequências até porque a cidade é de culto para diferentes religiões.

"Jerusalém é muito problemática. É importante para os judeus, é importante para os cristãos, é importante para os palestinianos e para os muçulmanos, portanto, é muito difícil, simplesmente, do nada alguém de fora, dos EUA, tomar a decisão de reconhecê-la como capital de Israel, não lhe cabe a si decidir, não é ele que tem de fazer essa declaração", adianta um comerciante local.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Iémen responde ao ataque israelita ao porto de Hodeida

Israel ataca porto no Iémen controlado pelos Houthis

Ataque israelita ao campo de refugiados de Nuseirat faz dezenas de mortos