Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Revista Time escolhe Movimento #MeToo como personalidade do ano

Revista Time escolhe Movimento #MeToo como personalidade do ano
Tamanho do texto Aa Aa

O movimento #MeToo foi considerado personalidade do ano pela revista Time. Na capa cinco rostos, Ashley Judd, Susan Fowler, Adama Iwu, Taylor Swift e Isabel Pascual, que representam muitos outros que tiveram a "coragem" de partilhar, nas redes sociais, histórias pessoais de assédio sexual, nos EUA. E foi por isso mesmo que a revista Time, lhes deu um espaço de destaque.

Milhares de casos de assédio sexual e violação, em várias áreas da sociedade e por todo o mundo, foram divulgados através deste movimento. Ashley Judd foi uma das primeiras a quebrar o silêncio, ao revelar ter sido assediada pelo produtor Harvey Weinstein, em 1997.

A partir daí, o hashtag #MeToo começava a aparecer em murais de celebridades, mas também de anónimos, homens e mulheres, que até ali se tinham mantido como vítimas silenciosas.

Kevin Spacey e tantos outros acabariam acusados de ações que não se esperaria saíssem do grande ecrã.

O movimento #MeToo foi lançado a 15 de outubro por Alyssa Milano. Em 24 horas, era seguido por quase cinco milhões de pessoas e tinha desencadeado 12 milhões de publicações.