Última hora

Apple pede desculpa

Apple pede desculpa
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A admissão de que diminuía intencionalmente a velocidade de processamento dos iPhones mais antigos continua a fazer ondas e esta quinta-feira a Apple pediu desculpa aos clientes pelos mal entendidos criados e prometeu desenvolver esforços para reconquistar a confiança dos utilizadores.

O gigante da tecnologia referiu em comunicado que seria incapaz de prejudicar o funcionamento dos seus produtos e esclareceu que a lentidão provocada nos modelos antigos se devia à degradação natural da bateria e a mudanças no software que tinham por objetivo precisamente prolongar a vida útil do aparelho.

Nesse sentido, anunciou ainda uma redução drástica no preço de substituição de uma bateria nas suas lojas e que estará em vigor no mundo inteiro durante o ano de 2018.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.