EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Vaga de protestos por causa de indulto a Fujimori

Vaga de protestos por causa de indulto a Fujimori
Direitos de autor 
De  Pedro Sacadura com EFE
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Milhares de peruanos saíram às ruas entre pedidos de renúncia do Presidente Pedro Pablo Kuczynski.

PUBLICIDADE

Munidos de cartazes, milhares de peruanos inundaram ruas e avenidas das principais cidades do país em protesto contra o indulto concedido ao ex-presidente Alberto Fujimori.

Visivelmente revoltados fizeram ouvir alto e bom som que "o indulto é um insulto."

Pediram também a renúncia do Presidente peruano, que dizem ser um "cúmplice do criminoso" entre suspeitas de que Pedro Pablo Kuczynski pactou a liberdade de Fujimori a troco de continuar a governar.

Na terça-feira, Fujimori pediu desculpa aos peruanos, através de uma mensagem de vídeo filmada numa cama de hospital.

Dias antes, no domingo, o presidente do Peru anunciou que tinha concedido a amnistia ao ex-ditador, alegando razões humanitárias. Aconteceu três dias depois de ter sobrevivido a uma tentativa de destituição pelo Congresso graças à abstenção do filho do ex-presidente, Kenji Fujimori, e de deputados do partido Força Popular, liderado pela filha mais velha de Fujimori, Kenji Fujimori.

A decisão exime Fujimori de uma condenação de 25 anos de cadeia por crimes de guerra e corrupção. Já cumpriu quase 11 e deveria terminar a pena em 2032 aos 93 anos.

Fora do Peru, também se registaram manifestações em frente a vários consulados do país.

Enquanto isso, dezenas de apoiantes de Fujimori concentraram-se em frente à clínica onde se encontra hospitalizado. Ainda não está clara a data de alta.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Protestos contra Fujimori continuam nem Lima

Polícia de Hong Kong realiza diversas operações no aniversário de Tiananmen

Protestos pelos reféns em Telavive degeneram em confrontos com a polícia