Última hora

Última hora

Morreu a atriz portuguesa Guida Maria

Em leitura:

Morreu a atriz portuguesa Guida Maria

Morreu a atriz portuguesa Guida Maria
Tamanho do texto Aa Aa

A atriz portuguesa Guida Maria morreu esta terça-feira, aos 67 anos, vítima de cancro.

Natural de Lisboa, onde nasceu em 1950, Guida Maria fez cinema, ficção em televisão, mas sobretudo teatro, tendo participado em cerca de 40 peças, entre as quais "A mãe", "Auto da geração humana", "A casa de Bernarda Alba" e, possivelmente uma das mais conhecidas da carreira, "Os monólogos da vagina".

O velório da atriz, que faleceu durante o sono, decorre hoje a partir das 19:00, na Basílica da Estrela, em Lisboa, e o funeral está marcado para quarta-feira, às 15:00, para o Cemitério dos Prazeres.

Filha do ator Luís Cerqueira, Guida Maria fez a sua estreia no teatro aos sete anos com a peça "Fogo de Vista", de Ramada Curto. Após vários anos de experiência de palco, foi estudar posteriormente para o Conservatório Nacional.

Ainda antes do 25 de Abril de 1974, a atriz entrou em "A promessa", uma adaptação de António de Macedo de uma peça de Bernardo Santareno, na qual protagonizou o primeiro nu integral do cinema português. O filme foi exibido em vários festivais, nomeadamente em Cannes. Nesta mesma década foi convidada a integrar o Teatro Nacional D. Maria II, onde permaneceu até aos anos 1990.

Durante esse período no teatro nacional, Guida Maria fez uma pausa em 1980 e, com uma bolsa de estudos, entrou na American Academy of Dramatic Art, em Nova Iorque, e fez vários 'workshops' na Actors Studio.

Além de "Sherley Valentine", Guida Maria ficou conhecida por outros monólogos como "Andy & Melissa" (2001), "Zelda" (2004), "Stôra Margarida" (2006) e "Sexo? Sim, mas com orgasmo" (2010). Porém, o maior êxito da sua carreira chegou com a peça "Os monólogos da vagina", de Eve Ensler, que esteve largos meses em cena. Em 2009, lançou uma autobiografia intitulada "Guida Maria - Uma vida".

Pouco depois de ser conhecida a morte da atriz, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, emitiu uma nota no site da Presidência a lamentar o óbito. "Apresento as minhas condolências à família da atriz Guida Maria", declarou o chefe de Estado, enaltecendo o "carisma" de Guida Maria.