Última hora

Última hora

Coreanos satisfeitos com novas conversações entre os dois países

Em leitura:

Coreanos satisfeitos com novas conversações entre os dois países

Coreanos satisfeitos com novas conversações entre os dois países
Tamanho do texto Aa Aa

É com um sentimento de satisfação que as primeiras conversações oficiais entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul nos últimos dois anos estão a ser recebidas pelos cidadãos dos dois países.

Em ambos os lados da fronteira acredita-se que a presença norte-coreana nos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang possa mesmo marcar uma nova fase nas relações entre Coreias.

Para Jong Hyok, um cidadão norte-coreano a viver em Pyongyang, o ambiente é agora de maior otimismo: "Acho que as Olimpíadas de Inverno, que vão acontecer na Coreia do Sul, são uma oportunidade para dar ao mundo uma boa imagem da nossa nação. Espero que os atletas do Norte e do Sul possam ser bem sucedidos."

As Olimpíadas de Inverno estão marcadas para fevereiro e na Coreia do Sul há agora a esperança entre a população de um apaziguamento das hostilidades dos últimos meses e de um futuro mais pacífico.

"Fico feliz com as conversas diplomáticas formais entre o Sul e a Coreia do Norte. Penso que esta é uma chance para a Coreia, o único país dividido do mundo, para aliviar as tensões. Espero que as negociações tragam paz e compromisso entre as duas Coreias", subscreve Ki-young Jin, cidadão sul-coreano de Seul.

Embora o presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump, se tenha congratulado com estas conversações, persiste nos Estados Unidos a desconfiança sobre as reais intenções norte-coreanas.

Com efeito, entre os americanos questiona-se se Kim Jung-Un, líder norte-coreano, não estará a tentar criar um fosso entre a Coreia do Sul e os Estados Unidos para tentar quebrar a aliança no contexto da crise dos testes nucleares e balísticos dos últimos meses.

Por outro lado, a China, através do porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Lu Kang, já elogiou o clima de diálogo agora criado entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul.

Entretanto, após a deterioração das relações no final de 2017, os Estados Unidos e a Coreia do Sul aceitaram também adiar as suas manobras militares para depois das olimpíadas. Uma decisão em nome do alívio das tensões diplomáticas.