EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Rússia contra ação militar na Península Coreana

Rússia contra ação militar na Península Coreana
Direitos de autor 
De  Nara Madeira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Sergei Lavrov falou, aos jornalistas, sobre a crise na península coreana e o acordo nuclear com o Irão.

PUBLICIDADE

Na conferência de imprensa anual o chefe da Diplomacia russa abordou questões com o acordo nuclear iraniano e a tensão na península da Coreia. Sobre esta última Sergei Lavrov pediu que se mantenha calma:

"Como primeiro passo, propomos que se acalmem todos e travem qualquer possibilidade de confronto, primeiramente as atividades militares, seja de lançamento de mísseis, testes nucleares ou grandes manobras militares", disse Lavrov.

Sobre o acordo nuclear iraniano, que os EUA estão a pôr em causa, Lavrov é claro:

"O que os EUA estão a tentar fazer agora, é basicamente mudar a redação do acordo, incluindo coisas que serão, absolutamente, inaceitáveis para o Irão e não iremos apoiá-las. Não quero sequer pensar nas consequências da saída dos EUA deste acordo porque fará com que o Irão deixe de vê-lo como vinculativo", afirmou o ministro dos Negócios Estrangeiros russo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Masoud Pezeshkian vence segunda volta das eleições presidenciais no Irão

Pyongyang promete suspender envio de balões com lixo após ameaças da Coreia do Sul

O "carniceiro de Teerão": como será lembrado o presidente iraniano Ebrahim Raisi?