EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Ryan Giggs é o novo selecionador do País de Gales

Ryan Giggs está de volta à seleção galesa, mas agora para ficar no banco
Ryan Giggs está de volta à seleção galesa, mas agora para ficar no banco Direitos de autor REUTERS/Rebecca Naden
Direitos de autor REUTERS/Rebecca Naden
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O antigo internacional galês, famoso pela alcunha 'Welsh Wizard', vestiu a camisola da seleção em 64 ocasiões e apontou 12 golos.

PUBLICIDADE

A Federação de Futebol do País de Gales apresentou esta segunda-feira Ryan Giggs como o novo selecionador. O antigo futebolista do Manchester United assinou contrato por quatro anos e sucede a Chris Coleman, que deixou o cargo em novembro para assumir o comando do Sunderland, da segunda divisão inglesa.

Esta será a primeira experiência a sério de Ryan Giggs como treinador principal, depois de ter sido técnico adjunto do Manchester United entre 2013/14 e 2015/16, ao lado do escocês David Moyes e do holandês Louis van Gaal.

Pelo meio, Giggs esteve ainda no papel de treinador interino durante quatro jogos, depois da demissão de Moyes em 2013/14.

Na conferência de imprensa de apresentação, o novo selecionador galês, de 44 anos, prometeu apenas dar tudo o que tem para levar a seleção aos grandes palcos internacionais, algo que nunca conseguiu enquanto jogador.

"Já se disse muitas vezes que ter sido um bom jogador não significa necessariamente que vá ser um bom treinador, mas penso que isso passa por cada um. Vou fazer exatamente aquilo que fiz quando era futebolista: ser profissional, dar o meu máximo e desfrutar", frisou.

O País de Gales falhou o apuramento para o Mundial na Rússia, depois de ter chegado às meias-finais do Euro2016, onde foi eliminado por Portugal.

A estreia de Ryan Giggs está marcada para 22 de março num jogo contra a China no âmbito de um torneio em que estão ainda incluídas as seleções do Uruguai e República Checa.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Julgamento de Ryan Giggs por violência doméstica sem veredicto

Euro 2024: França bate Áustria pela margem mínima; Eslováquia surpreende Bélgica

Euro 2024: Países Baixos sofreram para vencer a Polónia (2-1) em Hamburgo