Última hora

Última hora

Acordo sobre Puigdemont para chefe de Governo

Em leitura:

Acordo sobre Puigdemont para chefe de Governo

Acordo sobre Puigdemont para chefe de Governo
Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de defensores da independência da Catalunha manifestaram-se esta terça-feira contra a prisão de Jordi Sànchez, líder da Assembleia Nacional Catalã, e de Jordi Cuixart, do sindicato Òmnium Cultural.

Acusados de "sedição", os líderes separatistas encontram-se presos há três meses.

O protesto aconteceu na véspera da primeira sessão do Parlamento regional da Catalunha, esta quarta-feira.

Carles Puigdemont, no exílio em Bruxelas, será o nome proposto para chefe do Governo pelo Juntos pela Catalunha e pela Esquerda Republicana. As formações independentistas também chegaram a acordo para propor Roger Torrent como presidente do Parlamento, mas para os republicanos o acordo sobre Puigdemont não representa "um cheque em branco" sobre a investidura à distância.

Na investidura de hoje dos novos parlamentares deverá votar-se a composição da nova mesa do Parlamento. Inicia-se depois um prazo de dez dias úteis até ao primeiro debate da investidura do presidente da Generalitat.