Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Prós e contras da automatização do transporte rodoviário

Prós e contras da automatização do transporte rodoviário
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

"Os veículos autónomos ameaçam com o desemprego milhões de condutores profissionais e os governos devem discutir o enquadramento legislativo com sindicatos e condutores", disse à euronews, em Davos, o secretário-geral da Federação Internacional de Trabalhadores de Transporte, Steve Cotton.

"Precisamos de um tipo diferente de planeamento, que envolva condutores e legisladores, poder político e capital, pois acreditamos que é necessário construir uma infra-estrutura que garanta que os benéficos da tecnologia se repercutam equitativamente em toda a sociedade. Necessitamos de criar um modelo de transporte diferente, amigo do ambiente, interligado, disse Steve Cotton.

"O que dizemos é que a tecnologia é útil, mas temos de saber como fazer a transição, o que é preciso mudar, que competênciais serão necessárias, quem vai pagar a atualização dessas competênciais. Basicamente, é um desafio para os legisladores e tem que ser discutido por todas as partes."

De acordo com um estudo do Fórum Internacional do Transporte, a introdução de camiões autónomos vai reduzir entre 50 e 70 por cento as ofertas de trabalho nas empresas de transporte na Europa e nos Estados Unidos antes de 2030, com o consequente desaparecimento de até 4,4 milhões de empregos sobre uma estimativa de 6,4 milhões de profissionais do transporte previstos até lá.