EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Repovoar as florestas do Rio de Janeiro

Repovoar as florestas do Rio de Janeiro
Direitos de autor 
De  Nara Madeira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Uma família de antas, nascida em cativeiro, está a viver numa floresta do Rio.

PUBLICIDADE

Há mais de um século, presume-se que desde 1914, que a anta, como é vulgarmente chamada no Brasil, ou Tapirus, o maior mamífero terrestre da América do Sul, não se via nas florestas do Rio de Janeiro. Um grupo de jovens biólogos decidiu que estava na altura de reverter essa situação. É na reserva ecológica privada da REGUA - Reserva Ecológica de Guapiaçu, que estão a ser reintroduzidos estes animais.

Regressam às florestas do Rio de Janeiro, ainda que estes tenham nascido e sido criados em cativeiro, mas aqui vivem numa espécie de "Reality Show". Depois de um mês de adaptação os biólogos colocam-lhes um GPS, com o qual podem conhecer todos os seus passos, e é também com câmaras, incluindo de infravermelhos, que controlam todos os seus movimentos.

Estes mamíferos foram, no passado, caçados para alimentar as populações locais. A desflorestação e o desenvolvimento agrícola também destruíram os seus habitats. É por isso que é importante não apenas levá-los de volta para a natureza, como reeducar os habitantes

A primeira família de tapirus já está "como peixe na água", na sua nova casa, a objetivo é repovoar as florestas deste estado com animais que já ali viveram. O projeto da Refauna, já o fez com outros animais. 

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rio de Janeiro comemora nascimento da primeira cria de anta

Polícia desaloja protesto ambientalista na floresta milenar de Hambach

Tempestade mata no Rio de Janeiro na ressaca do Carnaval