À procura do amor para a sobrevivência da espécie

À procura do amor para a sobrevivência da espécie
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Uma rã boliviana é, acredita-se, a última da sua espécie.

PUBLICIDADE

Quem não se lembra da história da princesa que beija um sapo que no final de contas era um príncipe. Este não é um sapo mas uma rã macho e não vai, seguramente, sofrer nenhuma transformação ao ser beijado, ainda assim, o que tem em comum com o conto de fadas, é que está à procura da sua cara-metade mas para, possivelmente, evitar a extinção.

Veio da Bolívia, tem dez anos, é uma rã de Sehuencas e não se conhece mais nenhuma da sua espécie. A Global Wildlife Corservation recuperou-a, já que o seu habitat natural foi destruído, e lançou-se numa aventura para tentar encontrar uma fêmea para salvar esta espécie. 

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Urso pardo abatido em Itália depois de perseguir casal gera protestos por parte de ativistas

Deslizamento de terras na Colômbia mata 34 pessoas

Balanço do sismo no Japão sobe para 126 mortos