Última hora

Última hora

Forças egípcias matam 10 extremistas no Sinai

Em leitura:

Forças egípcias matam 10 extremistas no Sinai

Forças egípcias matam 10 extremistas no Sinai
Tamanho do texto Aa Aa

Em comunicado, divulgado, esta terça-feira, pela televisão estatal egípcias o porta-voz do exército diz que as forças de segurança do país mataram 10 extremistas numa troca de tiros e prenderam 400 suspeitos, incluindo estrangeiros, no Sinai.

O Egito lançou uma grande operação, na sexta-feira, que envolve o exército e a polícia contra o dizem ser "membros e organizações terroristas e criminosas", em todo o país, informação da mesma fonte.

De visita ao país, o secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, afirmava, segunda-feira, que Washington apoia o Egito na sua luta contra militantes islâmicos.

Abdel Fattah al-Sisi, procura a reeleição nas Presidenciais agendadas para março. Em novembro último, o presidente dava um prazo de três meses para que as forças armadas do país derrotassem os extremistas. Uma decisão tomada de pois de mais um ataque, desta vez numa mesquita, que matou mais de 300 pessoas.