EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

A situação dramática da Amazónia

A situação dramática da Amazónia
Direitos de autor 
De  Nara Madeira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A euronews falou com o investigador e Nobel da Paz brasileiro, Carlos Nobre, sobre o drama que vive um dos pulmões do mundo.

PUBLICIDADE

A Amazónia armazena entre 110 e 130 mil milhões de toneladas de carbono, o equivalente a 10 anos de emissões globais de CO2 para a atmosfera. Esse grande serviço que a Amazónia faz para a estabilidade do planeta deixará de ser feito, alerta o investigador brasileiro Carlos Nobre.

A Amazónia conserva ainda alguma da sua beleza mas as diferenças entre imagens de 2009 e de 2015 são gritantes. A desflorestação não parou e a situação caminho para um ponto de rutura.

As conclusões estão no editorial da revista Science, escrito pelo Nobel da Paz e Thomas E. Lovejoy. O brasileiro aponta o dedo às autoridades latino-americanas.

A euronews falou com Carlos Nobre, um dos autores do Quarto Relatório do Painel Intergovernamental sobre as Mudanças Climáticas. O Nobel da Paz ao lado de Al Gore, diz que as políticas brasileiras não vão na direção do desenvolvimento sustentável da Amazónia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Desflorestação na Amazónia dispara

Novo alerta de perigo na Amazónia

Protestos em São Paulo contra novo projeto de lei sobre o aborto no Brasil