This content is not available in your region

Segundo dia do Campeonato de Judo de Düsseldorf

Access to the comments Comentários
De  Antonio Oliveira E Silva  & Ana Serapicos
euronews_icons_loading
Segundo dia do Campeonato de Judo de Düsseldorf

No segundo dia do Grande Slam de Judo, em Düsseldorf, todos esperavam pelo regresso do japonês Ono Shohei, considerado como o homem do dia.

Com uma técnica sólida, Shohei é um dos atletas mais populares do momento. Superou as eliminatória sem dificuldades e destacando-se com dois osotogeri ippos.

Rustam Orujov, do Azerbeijão, já tinha enfrentado o japonês nos Olímpicos do Rio. Neste novo encontro, o resultado foi o mesmo. Ono Shohei era um atleta satisfeito:

"Enquanto estive fora da competição a estudar Judo, comecei a ver a modalidade de uma perspetiva distinta. Há a forma de ver as coisas como um atleta. Mas também podemos estudar Judo de uma perspetiva técnica," disse aos jornalistas Ono Shohei.

"Tem sido muito importante para mim ver o Judo de ambas formas. Apercebi-me de que, através dos meus estudos, poderia melhorar como atleta," concluiu.

Leski, a mulher do dia

Andrea Leski, da Eslovénia, foi a mulher do dia, ao vencer a rival japonesa Tsugane Megume na final com um waza ari.

Foi a primeira medalha de ouro num mundial para Andrea Leski, num dia que dificilmente esquecerá:

"É fantástico, é um grande dia para mim. Foram os melhores resultados da minha carreira. Tinha-me convencido, estes dias, de que este ia ser o meu dia e foi mesmo."

Nos maculinos, categoria de -81Kg, um momento forte foi protagonizado pelo judoca persa Saeid Mollaei com um ippo contra o francês Alpha Oumar Djab. O primeiro ouro num Grand Slam para o judoca do Irão, que já venceu ouro e prata anteriormente. 

A medalha foi entregue a Mollaei pelo campeão olímpico de 2008 na mesma categoria, o alemão Ole Bischof.

Um público que aprecia bom Judo

O entusiamo do público alemão produziu alguns dos melhores momentos do dia.

A holandesa Sanne Van Dijke foi responsável por um fantástico ippo no combate contra a alemã Marlene Galandi, que ficou assim sem medalha de bonze.

O público não escondeu a deceção, mas a sua paciência foi depois recompensada.

Dominic Ressel levou o bronze na categoria de -81Kg masculinos com um incrivel uchimata, na prova contra Mathias Casse, da Bélgica. A Arena quase veio abaixo.

Mas, mesmo sem alemães no tatami, o público local demonstrou que sabia apreciar bom judo.

No encontro de maculinos de -73Kg, entre o arménio Ferdinan Karapetian e o mongol Odbayar Ganbaatar, o entusiamo fez-se sentir nas bancadas.

Ainda que ambos estivessem no topo das capacidades, era preciso encontrar um vencedor, que acabou por ser Karapetian, com um ippo muito aplaudido.