Última hora

Última hora

Segundo dia do Campeonato de Judo de Düsseldorf

Em leitura:

Segundo dia do Campeonato de Judo de Düsseldorf

Segundo dia do Campeonato de Judo de Düsseldorf
Tamanho do texto Aa Aa

No segundo dia do Grande Slam de Judo, em Düsseldorf, todos esperavam pelo regresso do japonês Ono Shohei, considerado como o homem do dia.

Com uma técnica sólida, Shohei é um dos atletas mais populares do momento. Superou as eliminatória sem dificuldades e destacando-se com dois osotogeri ippos.

Rustam Orujov, do Azerbeijão, já tinha enfrentado o japonês nos Olímpicos do Rio. Neste novo encontro, o resultado foi o mesmo. Ono Shohei era um atleta satisfeito:

"Enquanto estive fora da competição a estudar Judo, comecei a ver a modalidade de uma perspetiva distinta. Há a forma de ver as coisas como um atleta. Mas também podemos estudar Judo de uma perspetiva técnica," disse aos jornalistas Ono Shohei.

"Tem sido muito importante para mim ver o Judo de ambas formas. Apercebi-me de que, através dos meus estudos, poderia melhorar como atleta," concluiu.

Leski, a mulher do dia

Andrea Leski, da Eslovénia, foi a mulher do dia, ao vencer a rival japonesa Tsugane Megume na final com um waza ari.

Foi a primeira medalha de ouro num mundial para Andrea Leski, num dia que dificilmente esquecerá:

"É fantástico, é um grande dia para mim. Foram os melhores resultados da minha carreira. Tinha-me convencido, estes dias, de que este ia ser o meu dia e foi mesmo."

Nos maculinos, categoria de -81Kg, um momento forte foi protagonizado pelo judoca persa Saeid Mollaei com um ippo contra o francês Alpha Oumar Djab. O primeiro ouro num Grand Slam para o judoca do Irão, que já venceu ouro e prata anteriormente.

A medalha foi entregue a Mollaei pelo campeão olímpico de 2008 na mesma categoria, o alemão Ole Bischof.

Um público que aprecia bom Judo

O entusiamo do público alemão produziu alguns dos melhores momentos do dia.

A holandesa Sanne Van Dijke foi responsável por um fantástico ippo no combate contra a alemã Marlene Galandi, que ficou assim sem medalha de bonze.

O público não escondeu a deceção, mas a sua paciência foi depois recompensada.

Dominic Ressel levou o bronze na categoria de -81Kg masculinos com um incrivel uchimata, na prova contra Mathias Casse, da Bélgica. A Arena quase veio abaixo.

Mas, mesmo sem alemães no tatami, o público local demonstrou que sabia apreciar bom judo.

No encontro de maculinos de -73Kg, entre o arménio Ferdinan Karapetian e o mongol Odbayar Ganbaatar, o entusiamo fez-se sentir nas bancadas.

Ainda que ambos estivessem no topo das capacidades, era preciso encontrar um vencedor, que acabou por ser Karapetian, com um ippo muito aplaudido.