Última hora

Última hora

John Isner faz história no Open de Miami

Em leitura:

John Isner faz história no Open de Miami

John Isner faz história no Open de Miami
@ Copyright :
Geoff Burke-USA TODAY Sports
Tamanho do texto Aa Aa

"Uma vitória de loucos" - foi assim que o norte-americano John Isner sentiu o triunfo absoluto no Open de Miami naquela que foi a última final do torneio em Key Biscaine.

No próximo ano a prova muda-se para o norte da cidade.

No sol da Florida, Isner tornou-se no primeiro norte-americano vencer o torneio depois de Andy Roddick em 2010.

Para os livros de história ficam três sets frente ao alemão Alexander Zverev.

E foram energias renovadas para o americano depois de ter perdido a primeira partida com um "tie break" a favor do germânico, agora o número quatro do mundo.

O nono tenista do ranking ATP diz ter terminado exausto o desempate mas regressou ao corte com uma determinação que lhe valeu um triunfo por 6-4.

Um momento amargo para o germânico que castigou a raqueta no piso rápido de Crandon Park.

A deceção de uns é a gloria de outros, aos 32 anos, Isner manteve o ritmo no último set e clamou a coroa de louros perante o seu público.

"Incrível! Este torneio tem tanta história, nunca imaginei estar a jogar o último desafio de singulares neste local histórico e tornar-me no vencedor. Ser o último vencedor aqui em Crandon Park, é fantástico", confessou Isner no final da partida.

Um domingo de Páscoa especial para Isner.