Última hora

Poluição leva ao encerramento temporário da Ilha de Boracay

Poluição leva ao encerramento temporário da Ilha de Boracay
Direitos de autor
REUTERS
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Sudeste AsÍatico está a enfrentar um dos maiores problemas de poluição nas águas de sempre. As medidas começam a surgir.

O governo das Filipinas decidiu encerrar por seis meses a ilha de Boracay.

"Um esgoto", foram as palavras utilizadas pelo presidente do país, Rodrigo Duterte, para descrever esta ilha, que é um dos principais destinos turísticos do país. Só no ano passado passaram pela ilha 2 milhões de visitantes.

Esta medida considerada "radical", vai afetar 36 mil pessoas e terá um impacto económico de perdas perto de um milhão de euros.

Um impacto que acabará por ser minimizado até porque Rodrigo Duterte declarou, antes de encerrar oficialmente a ilha, que se fechasse mesmo portas ao destino, declarava "Estado de desastre" na região, para que as pessoas pudessem receber apoio financeiro durante os 6 meses de encerramento.

Mesmo assim, a medida está a levar os empresários da ilha a protestar contra o governo, dizem que querem "modernização" e não um "adiar de problema" com este encerramento.

Em resposta, o presidente do país já anunciou um investimento num novo "Resort Casino", projeto avaliado em 400 milhõies de euros.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.