Polícia alemã descarta hipótese terrorista em Münster

Polícia alemã descarta hipótese terrorista em Münster
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Habitantes doam sangue após atropelamento mortal.

PUBLICIDADE

Ainda não há pistas concretas sobre o que levou o condutor de uma carrinha a lançar o veículo contra uma esplanada na cidade alemã de Münster. Alguns media locais falam em problemas do foro psiquiátrico. Recorde-se que a colisão provocou dois mortos e duas dezenas de feridos. O homem ao volante, de 48 anos, suicidou-se em seguida com uma arma. Ao que tudo indica, a hipótese terrorista não está em cima da mesa.

Segundo o ministro do Interior da Renânia do Norte-Vestfália, Herbert Reul, "o condutor que se precipitou sobre a multidão, de acordo com as investigações que ainda estão numa fase preliminar, era de nacionalidade alemã e não um refugiado, como já foi dito um pouco por todo o lado".

A zona onde tudo aconteceu fica no centro da cidade e é muito procurada por turistas. Às portas do hospital universitário de Münster foram chegando várias pessoas que responderam aos apelos nas redes sociais para doarem sangue.

Os alemães ainda têm bem presente o ataque em Berlim, em dezembro de 2016, quando um tunisino avançou com um camião sobre um mercado de Natal, matando 12 pessoas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Nicolas Schmit: europeias de 2024 são "uma escolha de rumo"

Três alemães detidos por suspeitas de espiarem para a China

Tempestade de neve na Baviera provoca caos nas autoestradas