EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Polícia alemã procura motivos para atropelamento em Münster

Polícia alemã procura motivos para atropelamento em Münster
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Sabe-se que o condutor vivia a cerca de 2 quilómetros do local do atropelamento. Alguns media locais falam em problemas do foro psiquiátrico.

PUBLICIDADE

A cidade alemã de Münster vive um luto sem respostas, uma vez que não há ainda pistas concretas sobre o que levou o condutor de uma carrinha a lançar o veículo contra uma esplanada no centro histórico. Recorde-se que a colisão provocou dois mortos e duas dezenas de feridos.

O ministro do Interior alemão, Horst Seehofer, veio salientar que o país "vive de novo uma experiência que, apesar de todos os esforços humanamente possíveis para proteger os cidadãos, mostra que a segurança total não é possível".

O homem ao volante, de 48 anos, suicidou-se com uma arma após o atropelamento.

O responsável pela pasta do Interior no governo da Renânia Norte-Vestfália, Herbert Reul, declarou que "tudo indica que o homem em questão agiu sozinho. Trata-se de um cidadão alemão, não de um refugiado, sendo que não há indícios de influências islamistas".

Alguns media locais falam em problemas do foro psiquiátrico. Sabe-se que o condutor vivia a cerca de 2 quilómetros do local do atropelamento. Aparentemente, a hipótese terrorista não tem fundamento. A zona onde tudo aconteceu fica no centro da cidade, é muito procurada por turistas e encontra-se agora isolada pelas autoridades.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Diretora dos Serviços Secretos dos EUA admite que "falhou" na missão de proteger Trump

Houthis do Iémen fazem ataque mortífero com drone em Telavive

María Corina Machado, líder da oposição venezuelana e principal rival de Nicolás Maduro, sofreu tentativa de assassinato