Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Esforços da Turquia para aderir à UE estão piores

Esforços da Turquia para aderir à UE estão piores
Tamanho do texto Aa Aa

A Turquia está a distanciar-se rapidamente do caminho para aderir à União Europeia. A conclusão consta do relatório anual da Comissão Europeia sobre os esforços de adesão do país, divulgado esta terça-feira.

"A nossa análise mostra que a Turquia continua a dar passos distantes da União Europeia, em particular nas áreas do Estado de Direito e dos direitos fundamentais", sublinhou o comissário europeu para o Alargamento, Johannes Hahn.

A Comissão Europeia apelou à Turquia para inverter com prioridade a tendência mas para alguns eurodeputados é preciso fazer mais.

"Fico satisfeita por perceber que a Comissão Europeia é crítica em relação aos desenvolvimentos mas apresentam poucas conclusões. No Parlamento Europeu fomos muito mais claros. Não pode existir um resultado cínico entre a Comissão Europeia, os Governos dos Estados-membros e o Governo de Recep Tayyip Erdoğan. Isso seria uma abordagem pragmática para objetivos de política externa, comércio e contacto interpessoal sem colocar os direitos humanos e o Estado de Direito na frente, no centro e no futuro da relação", sublinhou a eurodeputada holandesa Marietje Schaake, da Aliança dos Liberais e Democratas pela Europa, em entrevista à Euronews.

Grande parte dos países da União Europeia rejeita romper oficialmente as negociações de adesão, pelo menos para já. Uma rutura definitiva promete gerar tensão adicional com o Governo de Erdoğan que tem sido um aliado de peso na gestão da crise migratória e da luta antiterrorista.