EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Esforços da Turquia para aderir à UE estão piores

Esforços da Turquia para aderir à UE estão piores
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

De acordo com relatório anual da Comissão Europeia o país recuou em áreas como justiça, reforma administrativa pública, direitos fundamentais e liberdade de expressão

PUBLICIDADE

A Turquia está a distanciar-se rapidamente do caminho para aderir à União Europeia. A conclusão consta do relatório anual da Comissão Europeia sobre os esforços de adesão do país, divulgado esta terça-feira.

"A nossa análise mostra que a Turquia continua a dar passos distantes da União Europeia, em particular nas áreas do Estado de Direito e dos direitos fundamentais", sublinhou o comissário europeu para o Alargamento, Johannes Hahn.

A Comissão Europeia apelou à Turquia para inverter com prioridade a tendência mas para alguns eurodeputados é preciso fazer mais.

"Fico satisfeita por perceber que a Comissão Europeia é crítica em relação aos desenvolvimentos mas apresentam poucas conclusões. No Parlamento Europeu fomos muito mais claros. Não pode existir um resultado cínico entre a Comissão Europeia, os Governos dos Estados-membros e o Governo de Recep Tayyip Erdoğan. Isso seria uma abordagem pragmática para objetivos de política externa, comércio e contacto interpessoal sem colocar os direitos humanos e o Estado de Direito na frente, no centro e no futuro da relação", sublinhou a eurodeputada holandesa Marietje Schaake, da Aliança dos Liberais e Democratas pela Europa, em entrevista à Euronews.

Grande parte dos países da União Europeia rejeita romper oficialmente as negociações de adesão, pelo menos para já. Uma rutura definitiva promete gerar tensão adicional com o Governo de Erdoğan que tem sido um aliado de peso na gestão da crise migratória e da luta antiterrorista.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Turquia: Bruxelas deseja manter diálogo com Erdogan

Chanceler austríaco saúda Sunak pelo plano de deportação para o Ruanda

Novo presidente de Taiwan diz que objetivos de anexação da China "não vão simplesmente desaparecer"