Última hora

Última hora

Europeus sobrestimam número de imigrantes

Em leitura:

Europeus sobrestimam número de imigrantes

Europeus sobrestimam número de imigrantes
Tamanho do texto Aa Aa

De acordo com os participantes num inquérito Eurobarómetro, cerca de um quarto da população de Itália teria nascido no estrangeiro. Mas os dados oficiais do Eurostat mostram que a proporção de imigrantes no país foi de apenas 7% no ano passado.

Itália, um dos países que está na linha da frente no que respeita à chegada de imigrantes de África por mar, acaba de passar por uma campanha eleitoral em que a imigração foi o tema-chave.

De acordo com o inquérito, os participantes de todos os países, exceto a Estónia, sobrestimaram a proporção de imigrantes nos seus países numa média de 9,5%.

Os estonianos foram os únicos a responder que no seu país havia menos estrangeiros na sua população do que existe na realidade.

Os participantes de Portugal, Itália, Espanha, Luxemburgo, Irlanda, Reino Unido, Chipre, Grécia, Eslovénia, Bélgica e Bulgária sobrestimaram a proporção de imigrantes em 10% ou mais.

Os croatas e os suecos foram os mais precisos.

Os dados do Eurobarómetro baseiam-se nas respostas de 19,957 pessoas e consideram como imigrantes as pessoas nascidas fora da União Europeia.