A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Theresa May aceita demissão da ministra do Interior

Theresa May aceita demissão da ministra do Interior
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A primeira-ministra britânica viu-se obrigada a aceitar a demissão da ministra do Interior, Amber Rudd, duramente criticada por erros cometidos na gestão das políticas migratórias do Reino Unido.

Amber Rudd é responsável pelo erro no tratamento dado a um grupo de migrantes chegados às Ilhas Britânicas entre 1948 e 1971, conhecidos como a "Geração de Windrush." São originários de antigas colónias da Coroa nas Caraíbas.

Vários residentes permanentes foram definidos como migrantes ilegais no Reino Unido por engano, tendo-lhes sido vetado o acesso a serviços públicos em todo o território.

O objetivo final seria a deportação deste grupos para a região das Antilhas, ainda que antiga ministra o tenha negado perante uma comissão parlamentar de inquérito.

Na carta de demissão, Amber Rudd reconhece que induziu uma comissão parlamentar em erro.

Rudd deixa o Governo quando a primeira-ministra Theresa May se encontra numa fase importante da negociação da saída do Reino Unido da União Europeia enquanto Estado membro, o brexit.

Amber Rudd era considerada como um dos membros mais pró-europeus do Governo.