EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Donald Trump responde às críticas europeias

Donald Trump responde às críticas europeias
Direitos de autor REUTERS/Kevin Lamarque
Direitos de autor REUTERS/Kevin Lamarque
De  João Paulo Godinho
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O presidente norte-americano considera que o parceiro comunitário tem sido "terrível" no comércio durante os últimos anos.

PUBLICIDADE

Donald Trump não deixa a Europa sem resposta e lançou críticas ao parceiro comunitário pela sua postura nas relações comerciais com os Estados Unidos.

Em declarações aos jornalistas numa reunião da sua administração, o presidente americano reagiu finalmente ao ataque do líder do Conselho Europeu, Donald Tusk, que disse que com amigos como Trump, quem precisa de inimigos?

"A União Europeia tem sido terrível para os Estados Unidos no comércio e terrível para os nossos trabalhadores. No ano passado, tivemos um défice comercial de 151 mil milhões de dólares. Eu conheço Jean-Claude Juncker muito bem, e conheço Donald Tusk muito bem. Gosto dos dois, mas eles são muito duros e nunca tivemos ninguém a negociar por nós. E, sinceramente, a União Europeia, à parte da China e de alguns outros, trata-nos tão mal no comércio quanto um parceiro pode ser tratado", afirmou o líder norte-americano.

As palavras de Trump refletem a degradação da atual relação transatlântica.

À margem da cimeira entre a União Europeia e os Balcãs Ocidentais, os líderes da Comissão Europeia e do Conselho Europeu, Jean Claude Juncker e Donald Tusk, respetivamente, assumiram o fim da ilusão da "mão amiga" norte-americana.

Para Tusk, este é mesmo o momento da Europa se mostrar forte e unida.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Biden apela à libertação de jornalistas no jantar dos correspondentes de imprensa

Mike Pence: "A maioria dos norte-americanos acredita no nosso papel de líderes do mundo livre"

Homem imolou-se no exterior do tribunal onde Donald Trump está a ser julgado