This content is not available in your region

Ébola: OMS alarga área de intervenção em África

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira
euronews_icons_loading
Ébola: OMS alarga área de intervenção em África

Enquanto as autoridades na República Democrática do Congo reforçam as medidas de triagem de quem entra no país, num esforço para evitar a propagação do vírus do Ébola, a Organização Mundial de Saúde alarga os seus esforços aos países limítrofes, Angola, Burundi, Ruanda, Sudão do Sul, Tanzânia, Zâmbia e Uganda, com o mesmo objetivo.

Estas medidas são preventivas. Os Médicos Sem Fronteiras esclarecem que não há motivo para alarme:

"O risco existe, especialmente, na região de Mbandaka, e acho que é preciso ser cauteloso e evitar falar, imediatamente, de urgência global. Por enquanto, a emergência é na República Democrática do Congo. Os Médicos Sem Fronteiras e outros atores estão a fazer o melhor para tratar os pacientes, mas não podemos prever o futuro", adianta Jean-Clement Cabrol, dos Médicos Sem Fronteiras.

Este médico explica que o importante, neste momento, é trabalhar com as comunidades locais para chegar às populações e explicar-lhes o que é a doença, como preveni-la, por exemplo lavando as mãos ou evitando o contacto com pacientes que vomitem, mesmo que não estejam contaminados com o referido vírus.