Última hora
This content is not available in your region

Rajoy admite derrota antes de moção de censura

Rajoy admite derrota antes de moção de censura
Tamanho do texto Aa Aa

O chefe do governo espanhol, Mariano Rajoy, admitiu esta manhã a derrota numa breve alocução no Parlamento, em Madrid, antes da votação da moção de censura, prevista para as 11h (hora local).

Rajoy teve provavelmente ontem o último jantar como líder do executivo espanhol.

Enquanto no parlamento se discutia o futuro do país, o líder do governo estava em paradeiro desconhecido.

Mais tarde, foi confirmado: Rajoy, que durante a manhã assistiu ao debate parlamentar e saiu a meio, esteve durante 8 horas num restaurante em Madrid reunido com membros do executivo.

Em causa está a sua permanência no governo de Espanha, depois do Partido Nacionalista Basco ter declarado que iria apoiar uma moção de censura apresentada pelo PSOE.

Num momento em que a oposição assegura uma maioria para derrubar o governo de Rajoy, o socialista Pedro Sanchez é visto como o sucessor mais provável na liderança do país.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.