Última hora

Última hora

"Rejeitar o que não se pode reutilizar"

Em leitura:

"Rejeitar o que não se pode reutilizar"

"Rejeitar o que não se pode reutilizar"
@ Copyright :
REUTERS
Tamanho do texto Aa Aa

Recusar o que não se pode reutilizar é o desafio deste Dia Mundial do Ambiente, com o plástico descartável na mira da ONU. Toneladas de plástico continuam a acumular-se e uma boa parte acaba nos oceanos.

Os métodos de destruição não acompanham a velocidade com que o homem produz lixo em forma de plástico - Todos os dias e muitas vezes sem consciência desse facto. Razão para colocar o combate à utilização do plástico descartável no topo da agenda das Nações Unidas.

No dia Mundial do Ambiente, o apelo de António Guterres, Secretário Geral das Nações Unidas, é simples: "rejeitar o plástico descartável. Recusar o que não se pode reutilizar."

De acordo com a ONU, o número de micro-plásticos no mar já ultrapassa o número de estrelas na nossa galáxia. A escalada de produção de lixo é de tal forma que, a este ritmo, em 2050 haverá mais plástico do que peixes nos oceanos.

Guterres dá o exemplo ao abolir as garrafas de plástico descartável n gabinete.