EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Trump suspende separação das famílias na fronteira

Trump suspende separação das famílias na fronteira
Direitos de autor 
De  Catarina Santana
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O presidente norte-americano assinou um decreto para impedir que as crianças sejam separadas dos pais que chegam aos Estados Unidos da América sem documentos.

PUBLICIDADE

Debaixo de fogo, Donald Trump recuou. O presidente norte-americano assinou um decreto para acabar com a separação de famílias de imigrantes ilegais nos Estados Unidos da América.

No entanto, garante que a política de tolerância zero se mantém. O novo ocumento prevê que pais e filhos permaneçam juntos por tempo indeterminado quando detidos.

"Estamos a deixar as famílias juntas e isto vai resolver esse problema. Estamos ao mesmo tempo a manter uma fronteira muito forte e continua a ser tolerância zero. Temos tolerância zero para com pessoas que entrem no nosso país ilegalmente", afirmou Trump durante a assinatura do documento.

A intenção de reforçar a política de tolerância zero foi justificada, via Twitter, pelo presidente norte-americano.

Trump borders

No mesmo decreto onde é reforçado o controlo das fronteiras, é também concedida prioridade às famílias no processo de regularização.

Tal como a qualquer outro criminoso, a lei dos Estados Unidos determina que seja instaurado um processo criminal a todos os que entram no país sem documentos. Por não poderem ser detidos, os menores eram até à data separadas dos progenitores.

De 5 de maio a 9 de junho, mais de 2300 crianças foram separadas dos pais.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Secretária do Departamento de Segurança Interna dos EUA abandona cargo

Ainda há 700 menores retidos apesar da ordem do tribunal

"Não podemos permitir que estas pessoas invadam o nosso país"