Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Mnangagwa foi declarado Presidente mas a oposição rejeita

Mnangagwa foi declarado Presidente mas a oposição rejeita
Tamanho do texto Aa Aa

Emmerson Mnangagwa foi declarado novo Presidente do Zimbabué. O antigo braço direito de Robert Mugabe ganhou com mais de 50% dos votos mas a oposição não reconhece o resultado.

"Emmerson Dambudzo Mnangagwa do partido União Africana Nacional do Zimbabué - Frente Patriótica (ZANU-PF) foi devidamente eleito Presidente da República do Zimbabué," declarou a presidente da Comissão Eleitoral, Priscilla Chigumba.

Logo após o anúncio, Mnangagwa foi ao Twitter para agradecer aos zimbabueanos e saudou "um novo começo".

A vitória do Presidente interino e ex-chefe dos serviços secretos faz com que o partido ZANU-PF mantenha o controlo do Governo desde a queda do líder de longa data, Robert Mugabe, em novembro.

Mnangagwa, de 75 anos, conseguiu 50,8% dos votos - ao ter mais de 50% dos votos, o Presidente evita uma segunda volta - enquanto o principal opositor, Nelson Chamisa, do Movimento para a Mudança Democrática (MDC), somou 44,3%.

Antes do anúncio oficial, Chamisa tinha reivindicado a vitória.

Entretanto, o MDC disse que rejeitava os resultados e que iria para os tribunais.

"Os resultados anunciados não foram verificados por nós... logo, os resultados são falsos," declarou o porta-voz do MDC, Morgan Komichi.