Polícia sueca mata rapaz com síndrome de Down

Polícia sueca mata rapaz com síndrome de Down
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Autoridades deram início a investigação. Agentes poderiam ser acusados de abuso de autoridade.

PUBLICIDADE

A polícia sueca matou a tiro um jovem de 20 anos com síndrome de Down, que tinha  uma pistola de brincar. O Ministério Público do país Escandinavo disse que as autoridades deram início a uma investigação.

O jovem de 20 anos, identificado como Eric Torell, foi morto a tiro em Vasastan, um bairro residencial em Estocolmo, por volta das quatro horas da manhã de quinta-feira.

Os agentes terão pensado que a pistola de plástico que Eric tinha consigo era verdadeira e abriu fogo.

Vasastan é um bairro residencial com baixos níveis de criminalidade quando comparado com outros subúrbios de Estocolmo.

O jornal diário sueco Aftonbladet diz que três polícias abriram fogo contra Eric Torell que, segundo a própria família, tinha as capacidades intelectuais de uma criança de três anos.

De acordo com a família, Eric fugia de casa com alguma regularidade.

Pelo menos seis pessoas foram mortas a tiro pela polícia sueca desde o início do ano, de acordo com as autoridades. Os polícia envolvidos poderiam ser acusados de abuso de autoridade.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Calor no Ártico derrete pico mais alto da Suécia

Tiroteio no centro de Malmö, na Suécia: Vários feridos

501 caixões e 200 sacos com cadáveres encontrados abandonados na Argentina