Última hora
This content is not available in your region

Iraquiana toma conta de 22 netos órfãos

Iraquiana toma conta de 22 netos órfãos
Direitos de autor
AFP
Tamanho do texto Aa Aa

A história de Sana Ibrahim é prova da resiliência dos iraquianos no pós-guerra.

Perdeu cinco dos 6 filhos na batalha contra o Daesh. Ficou com a vida dos netos - 22 netos - nas mãos. Em casa são 32 pessoas: dos 2 aos 71 anos de idade.

Sana Ibrahim diz que é "mãe de cinco mártires". Três dos filhos era membros das forças de segurança e terão morrido às mãos do Daesh. Uma filha e um outro filho foram mortos por snipers do exército iraquiano na batalha de reconquista da cidade. "Estamos a viver à mercê de Deus e com a ajuda de boas pessoas," confessa, acrescentando que tem dois desejos: recuperar os corpos dos filhos mortos e conseguir que as crianças estudem e tracem o seu destino - fora do fado da mendicidade para onde a maior parte das crianças parece atirada.

Para os mais pequenos, a normalidade e os sonhos recuperam-se na escola.

Não há estatísticas oficiais, mas as estimativas das organizações não governamentais apontam para a existência de 3 mil órfãos de guerra só em Mossul, no Iraque.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.