Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Desenterrados corpos de 100 v´ítimas do Franquismo

Desenterrados corpos de 100 v´ítimas do Franquismo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os restos mortais de uma centena de vítimas do regime do ditador Francisco Franco, em Espanha, foram desenterrados esta terça-feira no cemitério de Paterna, nos arredores da cidade de Valência, no sul do país.

É a oitava exumação efetuada naquela que é a maior fossa comum da época franquista, realizada a pedido de 42 familiares de vítimas.

Carmen Lopez explica que ao "estar aqui, ao pé da fossa, [sente-se] feliz porque [acredita que] vai recuperar o corpo do avô, mas ao mesmo tempo muito triste, porque o [seu] pai morreu, tal como a avó e a rapariga que era com sete anos, sem que tenham visto que pode ser feita justiça neste país".

Estima-se que 2238 presos tenham sido executados pelo regime franquista neste local, conhecido como a grande fossa comum valenciana.