Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Peso argentino em queda livre

Peso argentino em queda livre
Tamanho do texto Aa Aa

O peso argentino atingiu, na quinta-feira, mínimos históricos levando o Banco Central do país a responder com medidas drásticas.

A taxa de juro de referência, na segunda maior economia da América Latina, chega agora aos 60%, a mais alta em todo o mundo.

O presidente da Argentina, Maurício Macri, anunciou cortes na despesa pública.

Enquanto isso, milhares de estudantes e professores protestaram em Buenos Aires, defendendo o ensino universitário e exigindo mais financiamento por parte do Governo.

Desde o início do ano, o peso argentino caiu mais de 50%, levando Maurício Macri a pedir ao Fundo Monetário Internacional um adiantamento da entrega de fundos do empréstimo, no valor de cerca de 43 mil milhões de euros.

O programa de assistência financeira entre a Argentina e o FMI foi assinado em junho e tem como objetivo travar a escalada da inflação e a descida descontrolada do peso.