A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

O adeus dos separatistas a Alexander Zakharchenko

O adeus dos separatistas a Alexander Zakharchenko
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Foram milhares as pessoas que este domingo prestaram homenagem ao líder dos separatistas pró-russos da região de Donetsk, no leste da Ucrânia, Alexander Zakharchenko.

30 mil ucranianos renderam o último tributo ao "primeiro-ministro da autoproclamada República Popular de Donetsk, que morreu na sexta-feira numa explosão num café no centro da capital regional.

Vários comandantes separatistas foram assassinados nos últimos anos, levando os separatistas a atribuírem a autoria aos serviços especiais ucranianos.

A Rússia classificou o assassinato de Zakharchenko como um ato de terrorismo, culpou Kiev e exige que os culpados sejam punidos.