Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

O Templo do Céu

O Templo do Céu
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

"O céu é redondo e a terra é plana".

Era assim que o Homem olhava para o Universo em 1420, o ano em que o Templo do Céu foi construído.

Durante as dinastias Ming e Qing, era aqui que o Imperador vinha rezar e pedir boas colheitas e depois agradecer aos céus.

Em 1998, o Templo do Céu foi considerado Património da Humanidade pela UNESCO.

Historicamente associado ao Imperador, o número nove significa longevidade e harmonia. No Templo do Céu o nove repete-se por todo o lado, reforçando a ideia de que o simbolismo é uma das principais marcas deste complexo arquitetónico.

Dentro do Templo, existem três conjuntos de colunas circulares. O primeiro, composto por quatro colunas, simboliza as estações, o segundo, com 12 colunas, os meses do ano e o terceiro, com 24 colunas, os períodos de colheita.

Todos os dias, entre 30 a 40 mil pessoas visitam este local de culto, composto pela Sala de Oração pelas Boas Colheitas, pela Abóbada Imperial do Céu e pelo Altar Circular do Monte.

#OnlyBeijing #TempleOfHeaven #Architecture #Art #Symbolism

A post shared by goizlyon (@goizlyonphoto) on

O Templo está inserido no Parque Tiantan Gongyuang, no sul de Pequim.

Está rodeado por cerca de 4 mil ciprestes, a árvore que representa a união entre o céu e a terra.