Última hora

Última hora

Orçamento aumenta tensão em Roma

Em leitura:

Orçamento aumenta tensão em Roma

Orçamento aumenta tensão em Roma
Tamanho do texto Aa Aa

As negociações sobre o orçamento para o próximo ano provocaram a primeira grande crise no governo italiano formado pela pela aliança entre o Movimento 5 Estrelas e a ultranacionalista Liga.

O departamento do Tesouro prevê que um défice acima de 1,9% vai colocar em risco a contenção da dívida da Itália, a maior da Europa depois da Grécia, mas o governo quer que o objetivo seja definido em torno de 2,4%.

Esta quarta-feira, o ministro da Economia tentou suavizar as preocupações da União Europeia, afirmando que Roma está a trabalhar num conjunto de políticas que mostram a todos que devem ter confiança nas finanças públicas e no crescimento económico de Itália.

Giovanni Tria tem sido pressionado a aumentar o défice do país para financiar promessas eleitorais.

O vice-primeiro-ministro, Luigi Di Maio, já ameaçou bloquear as negociações se propostas como a implementação do rendimento básico incondicional, o alívio da carga fiscal e o reforço das pensões forem rejeitadas.

Di Maio não quer perder o apoio do eleitorado, principalmente o do sul do país, onde a taxa de desemprego é muito alta e onde o Movimento 5 Estrelas conseguiu um resultado impressionante nas últimas eleições.