EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Interpol pede esclarecimentos à China

Interpol pede esclarecimentos à China
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Em declarações à Euronews, a Interpol adianta que pediu uma clarificação à China sobre o estatuto e paradeiro do presidente da Polícia Internacional

PUBLICIDADE

A Interpol emitiu um comunicado a pedir esclarecimentos à China sobre o paradeiro e estado do presidente da Polícia Internacional.

Meng Hongwei, de origem chinesa, deixou de ser visto depois ter viajado para a terra Natal. Um jornal chinês noticiava dias depois que o presidente da organização internacional estaria retido na China.

A investigação do caso foi remetida para as autoridades chinesas e de França, onde a Polícia Internacional está sediada e o país de onde Hongwei partiu em viagem. O secretário-geral da organização solicita agora às autoridades chinesas uma clarificação sobre o bem-estar do presidente.

Meng Hongwei, de 64 anos, foi eleito presidente da Organização Internacional de Polícia Criminal em 2016 para um mandato de quatro anos. Na China, tinha já exercido o cargo de vice-ministro para a Segurança Pública e encabeçado a luta anti-terrorismo.

Ao pedido de esclarecimento por parte da Interpol, a China responde com silêncio.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ex-presidente da Interpol condenado a 13 anos e meio de prisão

O presidente da Interpol está desaparecido na China